Casamento rústico-romântico no Meio do Mato

 

Romântica toda vida, Bianca Silva passou anos sonhando com o grande dia do seu casamento. Sonhando, pesquisando e pensando em tudo nos mínimos detalhes. Quando finalmente chegou o momento de celebrar sua união com João, já sabia o que queria.

Designer de moda, Bianca fez escolhas minuciosas. O resultado foi um casamento rústico-romântico, com a paleta de cores composta por tons de rosa e azul, para agradar noiva e noivo. A cerimônia foi realizada no jardim, ao ar livre, durante a tarde.

“Nossa intenção em todo momento era que o casamento transmitisse romantismo, cuidado, delicadeza, amor e que fosse também interativo! Com tantas belezas naturais, nós queríamos que os convidados tirassem muitas fotos em cada cantinho do sítio, em cada parte decorada e que, os que estivessem sentados nas mesas, tivessem uma bela visão de tudo!”, revela Bianca.

 

 

Mesa de doces na Congeia

Para Bianca, a mesa de doces montada bem em frente à Congeia foi a grande realização da festa. “Eu sou apaixonada pela Congeia, foi um dos motivos por eu me apaixonar tanto pelo Sítio Meio do Mato! Queria ela como um dos destaques do casamento e que brilhasse do início ao fim da festa!”, lembra.

Como essa ideia não foi inspirada em nenhum casamento anterior, Bianca sabia que poderia ser difícil tirá-la do papel. Temendo ter seu sonho frustrado, ela contou a ideia a sua consultora Rosí Medeiros, logo na primeira reunião de decoração. A resposta causou uma explosão de alegria: “Vai ser a primeira vez, vamos fazer!”.

E foi feito. Por sorte, a chuva que caiu a madrugada inteira passou e o dia amanheceu quente e com sol, possibilitando uma mesa de doces totalmente ao ar livre e sem cobertura. “O cenário ficou lindo e foi emocionante ver o meu sonho se tornar real, com a Congeia florida, iluminada por luzinhas e gambiarras, em grande destaque”, se emociona a designer.

 

 

Um casamento DIY feito por toda a família

Os noivos queriam um casamento cheio de detalhes personalizados. Foram tantas ideias que a decoração acabou virando uma tarefa para a família inteira. Exceto para o noivo: “O João foi um noivo super participativo, no que diz a respeito a coisas não manuais!”, conta Bianca rindo.

Para as peças feitas à mão, Bianca contou com outros ajudantes: “Muitas vezes pensei em desistir de fazer alguma coisa, mas lá ia minha mãe cheia de ânimo e fazia acontecer”, lembra. “Meu pai também ajudou a cortar fitas, encher coraçõezinhos, pregou muitos preguinhos para fazer a lembrancinha dos padrinhos e no que mais precisasse contar com ele depois do trabalho”.

Os detalhes DIY (“faça você mesmo”, em inglês) não pararam por aí: “Teve participação da minha avó costurando dezenas de corações, teve madrinhas fazendo porta-guardanapo e chuva de amor, teve primo fazendo desenho para o Espaço Kids”, revela Bianca. “Com todas essas ajudas, foi até fácil inventar tanto DIY!”

 

 

Uma paixão antiga pelo Meio do Mato

Bianca se encantou pelo sítio muito antes de começar a namorar o João. Ela contou um pouquinho dessa história de amor à distância:

Eu sempre sonhei em casar e, com isso, sempre pesquisei muito sobre o assunto. Ainda que não estivesse noiva, e nem mesmo namorado! O João brinca que eu já tinha o casamento todo feito na minha cabeça, ele só foi encaixado no meu sonho. Ele falava isso para cada fornecedor que íamos conhecer e eu contava a minha história de admiração por eles. E foi assim com o Sítio Meio do Mato!

Eu o conheci em 2010, em uma dessas minhas pesquisas. Eu sempre tive muita certeza de que casaria no campo, durante o dia e com convidadas usando chapéu! Foi quando vi o casamento da, agora cerimonialista, Manuella Gonçalez (a “dona” do deck da Manu) e me apaixonei. Procurei o site, comunidade no Orkut…  Tudo o que achei, ainda que pouco, super me encantou! Os anos foram passando, o Orkut foi extinto, o Meio do Mato foi aparecendo na TV e eu, me apaixonando cada vez mais.

Até que em 2012, um casal de amigos casou lá e tivemos a alegria de conhecer o sítio pessoalmente. Me encantei de vez e o João acabou sendo contagiado. Foi a primeira vez que vi a Congeia florida e foi amor à primeira vista! Tive a certeza que era ali o meu lugar. Os anos passaram, o Lápis de Noiva mostrou as mil possibilidades de casar no sítio e eu fui acreditando cada vez mais naquele lugar pra mim!

Em 2014 o João me pediu em casamento e o primeiro lugar que marquei de ir visitar foi o Sítio Meio do Mato. Por causa da data, acabamos visitando outros locais para casamento primeiro, mas no dia de ir lá, meu coração acelerou o caminho todo. Quando chegamos e fomos atendidos pela consultora/cerimonialista dos meus sonhos, eu tive a certeza que Deus já havia preparado tudo pra nós.

Depois, levar meus pais pra conhecer o sítio foi um dos momentos mais marcantes do nosso noivado. Quando chegaram ao sítio, já se apaixonaram, assim como nós, pelo local, pelo atendimento e pela fada Rosí! Era um sábado e o sítio estava prontinho para um casamento e foi impossível não se encantar mais ainda!

Como sempre ouvi: No Meio do Mato tudo é possível, e realmente foi! A Rosí me ajudou a realizar o sonho de casar lá, realizou nos mínimos detalhes cada pedido meu e eu não podia ter feito escolha melhor, se não a de ser insistente, persistente, sonhadora e casar lá! Hoje tenho orgulho de ser uma eterna noiva Meio do Mato!

 

 

Por Katryn Dias
Fotos Má Monteiro
Vídeo NA Vídeos