Casamento ao ar livre sem medo de chuva no sítio Meio do Mato

Se o sonho é fazer um casamento integrado à natureza com cerimônia ao ar livre, uma das primeiras coisas a se pensar durante o planejamento é o Plano B. Muitas noivas não gostam de cogitar a possibilidade de chuva. Mas planejar com antecedência é garantir que o casamento seja perfeito, independente do clima no dia.

“Sempre tenha um Plano B com o projeto de decoração previamente pensado”, enfatiza a experiente cerimonialista Rosí Medeiros. Isso permite que o local da cerimônia seja alterado até mesmo horas antes do casamento, caso haja sinal de tempo ruim.

Um jardim coberto

A chuva pode impossibilitar que a cerimônia seja realizada ao ar livre. O que não quer dizer que o momento deve perder o clima de integração com o verde. Os noivos podem ter seu próprio jardim de inverno!

“Nós temos muita demanda por casamentos totalmente ao ar livre. Mas o grande diferencial é que temos um plano B ainda integrado à natureza”, explica Rosí. As áreas cobertas ainda estão bem próximas ao jardim.

Nossas opções incluem um deque de madeira com vista para o jardim e o lago, o Deque das Borboletas (foto ao lado), e uma área aconchegante com vista para piscina, o Gazebo. Nosso Gazebo, inclusive, foi o Plano B para o casamento que encerrou a temporada da novela Malhação – Pro Dia Nascer Feliz (veja aqui!).

 

O Plano B perfeito

Fernanda Nercessian era uma noiva muito preocupada de que um temporal pudesse estragar seu grande dia, pois sempre quis casar ao ar livre. Durante as reuniões de decoração, ela viu diversas fotos de casamentos realizados no Deque das Borboletas, local que escolheu como o Plano B ideal. Assim, a nossa equipe pôde fazer um segundo planejamento também adequado ao seu gosto. “Me senti 100% segura”, lembra.

Plano B coberto para casamento ao ar livre no sítio Meio do MatoNo grande dia, a chuva veio e transferiu a cerimônia para a cobertura do Deque das Borboletas. A mudança nem de longe decepcionou a noiva. “Ficou tão, mas tão lindo! A sensação foi de estar casando no jardim de casa. A cerimônia foi tão acolhedora e intimista que hoje eu acho que ia até me arrepender se tivesse feito no jardim aberto”, contou Fernanda ao site EuAmoCasamento.com.

Mariana Deslandes também precisou usar o Plano B e se apaixonou pelo resultado (na foto ao lado). “A decoração me surpreendeu! Eu já esperava um evento lindo, mas choveu… E continuou lindo como eu imaginava e esperava! A decoração não deixou a desejar em nada por ter chovido! Ficou lindo!”, lembra entusiasmada.

Sem medo de chuva

Quando estavam procurando um local para o casamento, Helena e Victor se encantaram pelo Meio do Mato, que tem tudo a ver com a personalidade do canal. “Nós gostamos de estar no meio do mato, no meio das flores, das plantas, da natureza. Não gostamos muito de cidade”, revela Helena.

Casamento ao ar livre com guarda-chuva no Meio do MatoNo grande dia, estava tudo pronto para a cerimônia ao ar livre no Deque das Águas, quando começou a chuviscar. Os convidados não se importaram com algumas gotas d’água e se abrigaram debaixo de guarda-chuvas, que também serviram para emoldurar as fotos do casal.

Ao saudar os presentes, o pastor Nelson explicou que a chuva não era um problema: “Nós cristãos costumamos dizer que momento de chuva é sempre um momento de benção. Essa é uma chuva de benções. Hoje nós estamos aqui nessa casa maravilhosa para celebrar o amor desse casal lindo”.

Ao final da cerimônia, todos curtiram a festa abrigados no salão e na pista de dança montada no Deque das Borboletas.

Fazendo chuva ou sol, é possível ter um casamento integrado à natureza. Planeje com antecedência e o dia vai ser perfeito!

Por Katryn Dias
Fotos: Juliana Pessoa / Paulo Frota / Dueto Fotografias
Vídeo: Daniel Barrozo

GOSTOU?

SOLICITE UM ORÇAMENTO
AGENDE UMA VISITA