Pintura de uma cerimônia ao ar livre realizada no Meio do Mato Eventos

Foto e filmagem são as formas mais tradicionais de registrar um casamento. Mas e se existisse um tipo de registro diferenciado, com toque especial? Uma opção para os noivos que desejam sair do óbvio é retratar o grande dia em uma pintura. Na contramão da era digital, o desenho traz uma magia de épocas antigas.

A pintura ao vivo em cerimônias ainda não é tão comum no Brasil, mas nos últimos anos vem chamando atenção de noivos que gostam de uma pegada vintage. “É uma forma linda e diferente de eternizar o dia do casamento. E o melhor: fica pronto mais rápido que uma foto”, comenta a nossa cerimonialista Rosí Medeiros.

Além de poder ser incorporada à decoração da nova casa, a pintura também se transforma em uma das atrações do casamento. Ter um artista executando o seu trabalho de antes da cerimônia até o início da festa atrai a atenção e curiosidade dos convidados.

Pintura para casamentos ao ar livre no Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, um artista especializado em pintura ao vivo em casamentos é Pedro da Costa, criador da Momentos a Pincel. Ele pinta com rapidez para entregar a tela pouco após o final da cerimônia: “Eu chego mais ou menos duas horas antes do início da cerimônia e inicio a minha pintura com o plano de fundo. Depois incluo os noivos e o celebrante quando entram na cena”.

As etapas de criação da tela no casamento ao ar livre de Lívia e Otávio, realizado no Deque das Águas

Em conversa prévia com os noivos, Pedro define a cena a ser retratada, que pode variar de acordo com o local e o gosto de cada casal. A decisão também envolve a equipe do cerimonial. É importante que o pintor esteja bem posicionado, mas também não deve atrapalhar outros profissionais, como os fotógrafos.

Já acostumado a trabalhar aqui no sítio, o artista conta onde costuma se posicionar: “No Meio do Mato, eu sei que os deques para cerimônia são pequenos e eu não consigo ficar ao lado da noiva. Se os noivos estiverem um pouquinho fora da cobertura, eu posso ficar na lateral. Do contrário, podemos fazer de fora para dentro, com a visão dos convidados”.

Pintura da cerimônia de casamento realizada no jardim do Meio do Mato EventosMas e se os noivos quiserem um retrato diferente, que não seja da cerimônia em si? Outra ideia bonita é retratar a saída dos noivos. Nesse caso, o artista precisa de uma ajudinha tecnológica para congelar a cena: “Quando a cerimônia termina e os noivos estão voltando, eu determino um local exato ali no corredor para eles darem uma paradinha e eu fotografo. Em seguida, coloco a foto no notebook e finalizo o trabalho”.

A pintura ao vivo agrada diversos perfis de noivos e combina com praticamente qualquer estilo de casamento. A única prerrogativa é que o casal goste de arte. E você, já pensou em ter um quadro retratando seu casamento?

Confira as etapas da pintura ao vivo:

 

Por Katryn Dias
Fotos: Rodrigo Morselli | Caroline Cerutti | Arquivo pessoal de Pedro Costa