A preocupação ambiental sempre foi um dos pilares institucionais do Meio do Mato Eventos. Localizados em uma reserva particular de Mata Atlântica, incentivamos os noivos que aqui casam a plantar uma muda de árvore na área campestre do sítio. O objetivo é proteger uma das florestas mais ameaçadas no mundo.

“Como temos o espaço e a intenção de inserir árvores da Mata Atlântica em determinados espaços do sítio, tivemos a ideia de compartilhar esse prazer com os noivos”, explicou o diretor Carlos Fioruci. Além de promover uma atitude sustentável, a iniciativa mostra um cuidado em aproximar os clientes. “Sabemos que o local onde a pessoa casa tem um valor sentimental muito grande. Então, achamos interessante cultivar esse relacionamento mesmo após a cerimônia.”

Renata e Marcos Trevisan plantam ipê amarelo no Meio do Mato

Renata e Marcos plantam ipê amarelo no Meio do Mato

O projeto foi bem recebido por diversos casais que escolheram o Meio do Mato Eventos como o local para oficializar seus laços. Para alguns, a árvore seria símbolo do seu amor e união. Para outros, um compromisso com uma vida integrada à natureza.

“Desde a primeira visita ao sítio, adoramos esta ideia de plantar a árvore”, contou Renata Trevisan, ressaltando que ela e o esposo Marcos têm uma preocupação com o meio ambiente na rotina diária. “Esta foi uma das coisas que nos motivou a escolher o local, pois, além de toda a receptividade e atenção da maravilhosa equipe, ainda existia este propósito maior de plantar uma muda e acompanhar seu crescimento. Uma árvore demora a crescer e a florescer, e acompanhar seu crescimento é uma metáfora perfeita para o que esperamos do amor: que seja forte, grande e duradouro”, completou.

Renata e Marcos casaram-se em 2011. No aniversário de um ano da data, eles voltaram ao sítio para fazer um ensaio fotográfico com o tema Trash The Dress e plantar a árvore. “Foi uma comemoração e um marco para nós”, lembrou Renata.

Muda de pau-ferro é a contribuição de Guilherme e Clarice para o sítio

Muda de pau-ferro é a contribuição de Guilherme e Clarice para o sítio

Desde então, a família Trevisan mantém a tradição de uma visita anual ao sítio. Ao lado da árvore, eles registraram o barrigão de Renata grávida e, depois, fizeram uma foto com o mais novo integrante: Artur. O casal destaca a importância de criar no pequeno a consciência ambiental logo cedo: “Ensinamos nosso filho a cuidar e preservar a natureza”.

Mais recentemente, Guilherme Miranda e Clarice Silva também semearam as terras do Meio do Mato. No final do ano passado, o casal plantou um pau-ferro e faz planos para acompanhar o crescimento da muda. “Queremos visitar de tempos em tempos e presenciar o crescimento da nossa árvore no lugar do casamento, um ritual que concretiza a imagem da nossa união”, contou Guilherme.

“Plantar uma árvore foi um ato muito significativo e metafórico. Depois de plantada, uma árvore significa algo que dura, que cresce e se desenvolve se adaptando a todo o momento com o ambiente que o cerca. Assim é o casamento para nós”, confidenciou o noivo.

Assim como Renata, Marcos, Guilherme e Clarice, cada novo casal que passa por aqui recebe o convite para cultivar sua semente. E muitos aceitam. Afinal, quem nunca incluiu o item “plantar uma árvore” naquela longa lista de coisas para fazer na vida? O Meio do Mato Eventos pode ajudar a concretizar esse objetivo.

Veja abaixo a galeria completa com as fotos do plantio de árvores.

Por: Katryn Dias
Fotos: Arquivo pessoal