2017 é o ano do verde, o ano perfeito para você que sempre sonhou com um casamento em estilo rústico, em contato com a natureza. Além da paleta greenery, outra tendência de decoração que está em alta é o uso de flores plantadas.

Tradicionalmente, a decoração de um casamento é recheada de flores de corte. Isso quer dizer que a flores são colhidas apenas para serem usadas naquela ornamentação específica e depois não terão mais utilidade.

“Quando acaba um casamento, as flores vão para o lixo. Não temos como reaproveitar, porque vão morrer”, explicou a nossa produtora Lu Costa. Se você, assim como nós aqui no sítio, tem uma preocupação ambiental, então vai adorar a ideia de usar vasinhos de plantas e flores vivas que não vão morrer após decorarem seu casamento.

Por aqui, apelidamos essa proposta diferente de Projeto Planta Viva. Funciona assim: a equipe de jardinagem do sítio fica responsável por plantar e cuidar das mudas, que vão ser colocadas em vasos escolhidos pela noiva e pelo decorador, harmonizando com o estilo do casamento. “Nesse projeto, nós podemos continuar cuidando das plantas mesmo após serem usadas em eventos. Elas vão voltar para o nosso horto ou serão plantadas em nossos jardins”, contou Lu.

O verde perfeito para cada espaço

Engana-se quem pensa que a decoração vai ficar verde em excesso. Escolher as espécies de plantas exige cuidado e experiência, já que é preciso levar em consideração a coloração, o formato e tamanho das folhagens. Confira aqui a seleção feita pela nossa equipe de decoradoras para cada espaço:

Cerimônia O ideal é usar uma variedade de cerca de 10 espécies de plantas diferentes para fazer uma composição. Entre elas: dionela, dracena baby, moréia, pleomelle, cróton, camarão, bromélia, pau d’água, samambaias e palmeiras. Outra opção muito charmosa é escolher apenas uma floreira contínua demarcando o caminho até o altar ou a mesa do celebrante.

Mesa de bolo e doces – Aconselhamos trabalhar com uma mescla de flores plantadas com algumas poucas flores de corte espetadas em espuma floral. Entre as flores, a preferida é a orquídea, cuja variedade é enorme, com mais de 2.500 espécies brasileiras. Já as plantas podem ser uma combinação de pleomelle, dracena (bicolor e vinho são algumas das nossas preferidas), pau d’água e bouganville. Para acabamento, folhagens diversas.

Mesas de convidados – Pedem plantas de menor porte. Podem ser utilizados vasinhos de suculentas, terrários e mudinhas de flores, que vão dar um toque de cor. Para mesas grandes, é bom pensar em composições como duplas, trios ou quartetos, com arranjos baixos.

Lounges – Usar vasos com mudas de plantas com florezinhas coloridas, em base média. Para composição, usar outros itens de decoração como porta-retratos, velas, castiçais, livros e peças de cerâmica.

Como base para os arranjos, a preferência é por materiais que remetam à natureza, como madeira, barro e cerâmica. Já os acabamentos (aquelas coisinhas que vão por cima da terra no vaso) podem ser feitos com casca de pinus, musgo, barba de velho e pedrisco. Para completar a decoração, itens rústicos como tronquinhos, toras de madeira, baús, barris, malas antigas, cestos, lanternas de jardim e Garden seats.

Pequenos jardins pelos ares

Foto: Studio Laura CampenellaOutra tendência forte em 2017 e que casa bem com o estilo rústico são os jardins suspensos. Aqui, as queridinhas são as samambaias, que dão um visual lindo quando colocadas em vasos presos ao teto ou decorando treliças.

Essa é uma das apostas da decoradora Renata Stabile: “Trabalhar bastante o aéreo está super em alta, por isso os jardins suspenso são uma tendência para casamentos em 2017”, contou em entrevista ao blog do Galeria Jardim.

Para ousar um pouco mais, podemos usar orquídeas desconstruídas em vez de samambaias. “A grande tendência do momento é tirar a orquídea inteira do vaso e colocá-la pendurada em um jardim suspenso, com toda a raiz à mostra. Hoje a própria raiz da flor já faz parte da decoração”, explica Lu Costa.

Um casamento totalmente sustentável

Se o desejo dos noivos é montar um casamento eco-friendly, as ações podem ir além da escolha das flores da decoração. Veja aqui mais sugestões:

Foto: Juliana PessoaConvites – Uma ideia bem legal é fazer os convites em papel semente, que depois vão ser picados e plantados em vasinhos.

Lembrancinhas – Vasinhos com plantas, temperos e flores são um charme à parte! Uma alternativa é oferecer envelopes com sementes ou um kit completo para o plantio.

Plantar uma árvore – Que tal deixar uma marca física do casamento? Após a cerimônia, os noivos podem optar por plantar uma nova árvore na área campestre do sítio, que é uma reserva particular de Mata Atlântica. (Saiba mais sobre essa iniciativa aqui!)

Por Katryn Dias
Fotos Fernanda Ferraro | Studio Laura Campanella | Juliana Pessoa

Veja nossa galeria completa com ideias do Projeto Planta Viva: